O Semanário de Trás-os-Montes e por excelência da Região Demarcada do Douro
Notícias do Douro Notícias do Douro
Notícias do Douro
Dolce Vita
[ Inquéritos ][ Fórum ][ Farmácias ][ Futebol ][ Agenda ][ Tempo ][ Pesquisa ][ Assinaturas ][ Publicidade ][ Ficha Técnica ][ Horóscopo ]
Transmontanos e Durienses +
Noticias do Douro
Pesquisa
Livro

Transmontanos e Durienses +

R


RODRIGUES, Ernesto José

nasceu em 1956, na Torre de D. Chama. É professor Auxiliar na Faculdade de Letras de Lisboa. Aqui se licenciou (1980) em Filologia Românica e apresentou tese de Mestrado em Literatura Portuguesa (1991) sobre Fastigínia, de Tomé Pinheiro Veiga (1566 1656). Doutorou se, por último, em Cultura Portuguesa área em que ensina desde 1988 89 com o trabalho Mágico Folhetim. Literatura e Jornalismo em Portugal (1996; em volume, Lisboa, 1998).
Docente do ensino secundário e antigo jornalista (1978 81), leitor de Português na Universidade de Budapeste (1981 86), assistente na Escola Superior de Educação de Bragança (1986 88), foi também no ano lectivo de 1998 99, professor e coordenador de curso no ISLA Bragança; desde 1999, integra o Conselho Científico da Escola Superior de Tecnologia e Gestão, em Mirandela. Duplamente agraciado pela República da Hungria, ministrou, no primeiro semestre de 1999, curso livre de Cultura Húngara, na Faculdade de Letras de Lisboa. Faz critica literária regular desde 1979 e tem colaboração poética, contística e ensaística em, nomeadamente, Világirodalmi LexiKon (Dicionário de Literatura Mundial), Acta Litteraria Academie Scientiarum (Hungria), Biblos. Enciclopédia Verbo das Literaturas de Língua Portuguesa (Lisboa, 1, 1995; 11, 1997; 111, 1999); Dicionário do Romantismo Literário Português (Lisboa, 1997), Dicionário Cronológico de Autores Portugueses (IV, 1998; V, 2000), Enciclopédia Luso Brasileira da Cultura (Edição Séc. XXI), Colóquio/Letras, Românica, Ler, Camões, Vértice, Cadernos Aquilinianos, Domus, Silex, Brigantia, Expresso, JL Jornal de Letras, Artes e Ideias, Diário de Notícias, Diário de Lisboa. Tradutor de ficção e poesia húngaras, bem como estudioso das relações entre os dois países (István Orkény, Contos de Um Minuto, 1983; Novíssima Poesia Húngara, 1985; Péter Zirkuli; O Instante Luminoso, trad. Colectiva (Casa de Mateus, 1995; Lisboa, 1997); Portugal/Hungria, em colab., 1999; Antologia da Poesia Húngara, 2001), vem prefaciando edições, que organiza, de Oitocentistas: Eça de Queiroz, A Catástrofe e Outros Contos (1986); Ramalho Ortigão, Farpas Escolhidas (1991); Camilo Castelo Branco, Eusébio Macário (1992), A Corja (2000) e A Queda Dum Anjo (2201); Alexandre Herculano, O Bobo (1992); Júlio Dinis, Os Fidalgos da Casa Mourisca (1994). Alguns desses trabalhos comparecem em Cultura Literária Oitocentista (porto, 1999). Prefaciou Hélia Correia/Jaime Rocha, A Pequena Morte/ Esse Eterno Canto (1986), e Clara Pinto Correia/Mário de Carvalho, E Se Tivesse a Bondade de Me Dizer Porquê? (1996), entre outros. Reuniu 22 anos de trabalhos sobre autores do século XX em Verso e Prosa de Novecentos (2000). Poeta estreado em 1973, editou sete títulos de versos Inconvencional, J. C. Falhou Um Penalty (em colab. 1976), Poemas Porventura (1977), Março ou as Primeiras Mãos (em colab., 1981), Para Ortense: Variantes (1981), Sobre o Danúbio (1985), Ilhas Novas (1998) estando presente em outras tantas colectâneas; na ficção, deu Várias Bulhas e Algumas Vítimas (1980), novela reeditada em A Flor e a Morte (1983), seguindo se os romances A Serpente de Bronze (1989) e (1994). Torre de D. Chama. Tem contos antologiados. Dirigidas à Infância, escreveu Histórias para Acordar (1996), com ilustrações de Célia Rodrigues e Lídia Rodrigues. Edição bilingue da sua poesia e prosa saiu em Budapeste com o titulo Sobre o Danúbio/A Duna Partján (1996). O ensaio mais recente é Visão dos Tempos. Os óculos na Cultura Portuguesa (2000). No lapso de 1984 a 1986, co redigiu e administrou Amigos de Bragança; de 1990 a 1993, dirigiu Notícias do Interior, mensário de Macedo de Cavaleiros; de 1993 a 1996, coordenou O Escritor (sete números semestrais), revista da Associação Portuguesa de Escritores, cuja Direcção integrava. Pertence, outrossim, à Associação Internacional de Críticos Literários e ao PEN Clube.
In A Sineta,n° 130 Junho de 2001


In iii volume do Dicionário dos mais ilustres Trasmontanos e Alto Durienses,
coordenado por Barroso da Fonte, 656 páginas, Capa dura.
Editora Cidade Berço, Apartado 108 4801-910 Guimarães - Tel/Fax: 253 412 319, e-mail: ecb@mail.pt
Preço: 30€

(C) 2005 Notícias do Douro - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
Design: Notícias do Douro. Email do Jornal: noticias.do.douro@netc.pt