O Semanário de Trás-os-Montes e por excelência da Região Demarcada do Douro
Notícias do Douro Notícias do Douro
Notícias do Douro
Dolce Vita
[ Inquéritos ][ Fórum ][ Farmácias ][ Futebol ][ Agenda ][ Tempo ][ Pesquisa ][ Assinaturas ][ Publicidade ][ Ficha Técnica ][ Horóscopo ]
Transmontanos e Durienses +
Noticias do Douro
Pesquisa
Livro

Transmontanos e Durienses +

P


PIRES, António Alberto

nascido a 13 de Junho de 1954 em Malhadas, concelho de Miranda do Douro. Inicia os estudos em Miranda do Douro, 1.° e 2.°. ciclos, no Liceu de Bragança faz o 3.° ciclo e conclui o Secundário no Liceu Garcia de Horta no Porto. Aos 18 anos ingressa na Academia Militar. N.° 1 do seu curso, foi por quatro vezes galardoado pelo Presidente da República com o prémio de aptidão física. Em 1976 abandona a carreira militar e transfere se para o Porto onde em 1978, na FEUP se Licencia em Engenharia Civil, nas especialidades de Estruturas e Hidráulica: A sua condição militar obriga o a emigrar, tendo iniciado a sua carreira de engenheiro na Venezuela, na construção de Pontes, no ano de 1978, e daí regressando em finais de 1979 para cumprir o Serviço Militar Obrigatório. Findo aquele, integra os quadros de um destacado gabinete de engenharia, a Tecnopor, onde se manteve durante sete anos. Aí participou na Gestão/Coordenação/ Fiscalização e Direcção de Construção de projectos de grande complexidade e dimensão. dos quais se destaca como responsável. 2 unidades hoteleiras, 2 complexos desportivos. urbanização de 750 habitações, a Universidade Católica do Porto, complexo oficinal da CP no Norte, uma unidade industrial, etc. Em 1989 integra, a convite, os quadros da Sogrape, onde dirige durante 5 anos a estrutura imobiliária que ajudou a criar. Aí desenvolve intensa actividade, de novo em complexos projectos nas áreas imobiliária e industrial, com especial realce para um edifício "inteligente" de 50 habitações e uma unidade industrial, ambos com "tecnologia de ponta". Em 1994 éconvidado a integrar a recém formada empresa Metro do Porto, que ajudou a instalar e a estruturar. É no Metro do Porto que atinge o auge da sua carreira, com elevada realização pessoal e profissional, no desempenho de cargos de grande responsabilidade, num projecto de dimensão e complexidade inusuais à escala nacional (1.250 milhões de euros), e considerado como o maior projecto de metro ligeiro, concursado de uma só vez a nível mundial. Como projecto pioneiro no nosso país, foi obrigado a percorrer "meio mundo" para se preparar para tão grande desafio. De início como Assessor do Director Geral, teve a seu cargo a responsabilidade da definição do traçado e estações, e a articulação com as autarquias, além de toda a Área de Civil. Após o lançamento do Concurso Internacional e sua adjudicação, é nomeado Gestor do Projecto e desde 2001 o Director. Com a recente bem sucedida entrada em funcionamento de um pequeno troço, aguarda, com expectativa, a concretização de um sonho no qual tudo apostou, o início de exploração da la. linha do Metro do Porto! É actualmente o elemento mais antigo da empresa.
Domingos Raposo


In iii volume do Dicionário dos mais ilustres Trasmontanos e Alto Durienses,
coordenado por Barroso da Fonte, 656 páginas, Capa dura.
Editora Cidade Berço, Apartado 108 4801-910 Guimarães - Tel/Fax: 253 412 319, e-mail: ecb@mail.pt
Preço: 30€

(C) 2005 Notícias do Douro - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
Design: Notícias do Douro. Email do Jornal: noticias.do.douro@netc.pt