O Semanário de Trás-os-Montes e por excelência da Região Demarcada do Douro
Notícias do Douro Notícias do Douro
Notícias do Douro
Dolce Vita
[ Inquéritos ][ Fórum ][ Farmácias ][ Futebol ][ Agenda ][ Tempo ][ Pesquisa ][ Assinaturas ][ Publicidade ][ Ficha Técnica ][ Horóscopo ]
Transmontanos e Durienses +
Noticias do Douro
Pesquisa
Livro

Transmontanos e Durienses +

M


MARTINS, Manuel António

Também conhecido localmente por Tiu Manuel Simon, nasceu em 01.06. 1922, na freguesia de Palaçoulo, concelho de Miranda do Douro. Apesar de só possuir a 4.a classe, foi ajudante do Registo Civil na década de cinquenta, Presidente da Junta de Freguesia de Palaçoulo na década de sessenta e proprietário de uma casa comercial nesta localidade. Ferreiro de profissão (arte que aprendeu de seu pai e avô e que sempre executou com muita perfeição). detentor de iniciativa empresarial e intuição industrial. é considerado o pai da indústria em Palaçoulo. Um ano depois de ter chegado a electricidade a esta terra decidiu. com base na forja tradicional, criar uma indústria nesse ramo. Em 1967, propós, então, sociedade a um cunhado, José Maria Martins. ferrador, e a um irmão deste. Domingos do Nascimento Martins, sociedade que arrancou com a designação de "Martins e Martins" e a fabricar dois modelos de navalhas e um de facas. Dois anos mais tarde (1969) por divergências nos critério: de fabrico deixa a sociedade e cria uma firma em nome individual "Manuel Antônio Martins (MAM)" onde integra três filhos. Quatro anos depois da morte da esposa. em 1984, entrega a firma aos filhos que a transformam em sociedade por quotas "Fábrica de Cutelarias Filman, L.da" em que continua, por alguns anos, de vendedor com estatuto especial. Os filhos, José . \fonso Martins (nascido em 06.02 .1946). Domingos da Nascimento Martins (nascido em 31.01.1951) e Altino José Martins (nascido em 03.09. 1956), contando com uma organização e entendimento sólidos. têm continuado a expandir a empresa que conta com algumas máquinas concebidas e construídas pela sociedade familiar e fabrica hoje cerca de noventa modelos de cutelaria. empregando 25 pessoas. Manuel António Martins, homem empreendedor, com espírito de risco, audácia e investimento próprio, lançou em 1967, as bases industriais na aldeia rural de Palaçoulo, continuadas pelos filhos e, no mesmo ramo ainda, pelos seus primeiros sócios e pelos irmãos Abel Afonso Gonçalves é José Maria Gonçalves que se lançaram, em 1980, na Indústria da Tanoaria, também plena de sucesso.
Domingos Raposo


In iii volume do Dicionário dos mais ilustres Trasmontanos e Alto Durienses,
coordenado por Barroso da Fonte, 656 páginas, Capa dura.
Editora Cidade Berço, Apartado 108 4801-910 Guimarães - Tel/Fax: 253 412 319, e-mail: ecb@mail.pt
Preço: 30€

(C) 2005 Notícias do Douro - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
Design: Notícias do Douro. Email do Jornal: noticias.do.douro@netc.pt