O Semanário de Trás-os-Montes e por excelência da Região Demarcada do Douro
Notícias do Douro Notícias do Douro
Notícias do Douro
Dolce Vita
[ Inquéritos ][ Fórum ][ Farmácias ][ Futebol ][ Agenda ][ Tempo ][ Pesquisa ][ Assinaturas ][ Publicidade ][ Ficha Técnica ][ Horóscopo ]
Transmontanos e Durienses +
Noticias do Douro
Pesquisa
Livro

Transmontanos e Durienses +

C


COROADO, Álvaro Martins

nasceu em Vilarandelo, concelho de Valpaços e morreu em Malaca, como mártir, na Segunda década do século XX. Quem fala dele é Monsenhor Manuel Teixeira, na edição de 3 de Maio de 2002, do Semanário Transmontano. Pela sua importância reproduzimos essa local: "Merecia ser canonizado, mas nem a sua terra nem o seu bispo fizeram alguma coisa por isso. Eu, que tenho 77 anos de Oriente, ainda o conheci e troquei correspondência com ele. Chamava se Álvaro Martins Coroado, partiu para Macau nos finais do século XIX. Ainda adolescente ingressou no Seminário de S. José, tendo por companheiro D. José da Costa Nunes, que morreu cardeal aos 96 anos. Foram ambos directores do Asilo dos Órfãos de Macau. O padre Coroado foi transferido para Malaca, onde morreu às mãos dos japoneses, durante a lI Guerra Mundial, sem nunca ter visitado a sua terra Natal. Que fez ele em Malaca? Fundou uma comunidade de 1200 pessoas, sem pátria, sem língua, sem trabalho, sem nada. Com o padre Coroado tudo mudou. Ele e o padre François, francês, pediram ao governador inglês um terreno e meios de vida. Foi-lhes dada uma porção de terra, que ainda hoje se chama Portuguese Setlement (Bairro Português), e redes e barcos para a pesca. Com esses instrumentos de trabalho, conseguiram os meios para viverem. As religiosas Canossianas abriram lá uma escola e os alunos que terminavam o curso elementar iam fazer os estudos secundários para Singapura, acabando depois por ali encontrarem trabalho elevando assim o seu nível de conhecimentos, permitindo lhe enviarem dinheiro para os seus familiares. Foi assim que o padre Coroado deu àqueles pobres o orgulho de viver e ser gente".


In iii volume do Dicionário dos mais ilustres Trasmontanos e Alto Durienses,
coordenado por Barroso da Fonte, 656 páginas, Capa dura.
Editora Cidade Berço, Apartado 108 4801-910 Guimarães - Tel/Fax: 253 412 319, e-mail: ecb@mail.pt
Preço: 30€

(C) 2005 Notícias do Douro - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
Design: Notícias do Douro. Email do Jornal: noticias.do.douro@netc.pt