O Semanário de Trás-os-Montes e por excelência da Região Demarcada do Douro
Notícias do Douro Notícias do Douro
Notícias do Douro
Dolce Vita
[ Inquéritos ][ Fórum ][ Farmácias ][ Futebol ][ Agenda ][ Tempo ][ Pesquisa ][ Assinaturas ][ Publicidade ][ Ficha Técnica ][ Horóscopo ]
Transmontanos e Durienses +
Noticias do Douro
Pesquisa
Livro

Transmontanos e Durienses +

V


VERDELHO, Pedro Miguel Figueira

nasceu em Valpaços, a 8 de Maio de 1965, mas cedo a sua família se mudou para Chaves. Já nesta cidade, que viria a adoptar como a sua, viveu a sua infância e juventude, até vir a ingressar no ensino universitário. Profissionalmente é Magistrado do Ministério Público, desempenhando as suas funções, desde Setembro de 1994, no Tribunal de Instrução Criminal de Lisboa. Anteriormente, passou pela Comarca de Boticas, pela Comarca de Cabeceiras de Basto e pelas Varas Criminais de Lisboa (Tribunal da Boa Hora). Tem obra publicada sobre matérias jurídicas, relacionadas com a sua área científica e profissional, dela se salientando "Trabalhadores do Estado contratados a termo: regime legal e patologias", in Revista do Ministério Público, n.° 57, Lisboa, 1994 e "As Chamadas "irregularidades" dos Subsídios do FSE são crime ou apenas constituem ilícito civil?", in Revista do Ministério Público, n.° 66, Lisboa, 1996. Além disso, no passado colaborou activa e regularmente com a imprensa local de Chaves. Neste campo merecem destaques as colaborações com o Notícias de Chaves (onde publicou entre 1984 e 1987 uma série de textos documentais sobre os Castelos de Trás os Montes) e com o Jornal de Chaves (onde publicou, semanalmente, entre 1990 a 1992 uma crónica de opinião sobre assuntos locais a coluna dos costumes , e também regularmente, entre 1993 e 1994, uma crónica de divulgação e crítica literária sobre autores e publicações, com incidência especial nos autores relacionados com Chaves memória da escrita. Ocasionalmente colaborou também com A Voz do Barroso e com o Jornal de Mirandela. Enquanto estudante universitário, entre 1986 e 1989, foi chefe de redacção de Communitas, a revista de publicação trimestral da União de Estudantes do Colégio Universitário Pio XII. Porém, a sua obra mais significativa tem sido a que dedica aos estudos regionais. Neste campo, destaca se o seu trabalho de texto e fotografia "Chaves", uma obra de referência e divulgação, publicada pela Câmara Municipal respectiva em 1993. Além deste, publicou outros trabalhos na área da literatura, da história e da arqueologia regional "In Memoriarn Fernão de Magalhães Gonçalves", in Aquae Flaviae, n.° 7, Chaves, 1992, "O período dos Descobrimentos no Distrito de Bragança: a Herança que ficou" in Brigantia, volume XIII, tomo , Bragança, 1993 e "Quem tramou Ana da Chaves?", in Aquae Flaviae n.° 11, Chaves, 1994. Tem também publicado, "As estátuas castrejas do Lesenho (Boticas)", na revista "Aquae Flavie". Simultaneamente com a escrita, tem se dedicado à fotografia, tendo exposto os seus trabalhos em Chaves e em Lisboa (em 1990) e em Ourense Galiza (em 1993). Participou também em exposições colectivas em Chaves e Lisboa (em 1990 e 1991), em Valpaços e em Vidago (em 1991).

In ii volume do Dicionário dos mais ilustres Trasmontanos e Alto Durienses,
coordenado por Barroso da Fonte, 656 páginas, Capa dura.
Editora Cidade Berço, Apartado 108 4801-910 Guimarães - Tel/Fax: 253 412 319, e-mail: ecb@mail.pt
Preço: 30€

(C) 2005 Notícias do Douro - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
Design: Notícias do Douro. Email do Jornal: noticias.do.douro@netc.pt