O Semanário de Trás-os-Montes e por excelência da Região Demarcada do Douro
Notícias do Douro Notícias do Douro
Notícias do Douro
Dolce Vita
[ Inquéritos ][ Fórum ][ Farmácias ][ Futebol ][ Agenda ][ Tempo ][ Pesquisa ][ Assinaturas ][ Publicidade ][ Ficha Técnica ][ Horóscopo ]
Transmontanos e Durienses +
Noticias do Douro
Pesquisa
Livro

Transmontanos e Durienses +

R


RUIVO, Armando dos Anjos

nasceu em Rego de Vide, freguesia de Cobro, concelho de Mirandela. Terminado 0 ensino primário, entrou para o Seminário de Vinhais, tendo posteriormente concluído 0 7.° ano no Seminário de Bragança. Enveredando pela função pública, em Janeiro de 1964, foi colocado na Repartição de Finanças de Mirandela, como aspirante provisório. Em 10 de Janeiro de 1966, foi incorporado no serviço militar, tendo frequentado curso de oficial miliciano na E.P.1. de Mafra. Promovido a aspirante miliciano foi colocado no B.I. 17, em Angra do Heroísmo e, depois de mobilizado, foi transferido para Chaves, ficando a integrar a Caç. 1711 do Batalhão 1916. Promovido a alferes miliciano, partiu para o Cabo Delgado, no norte de Moçambique, onde cumpriu a maior parte da sua comissão de serviço. Pelo seu bom desempenho, humano e sensato como comandou o seu pelotão e companhia, nas ausências do respectivo comandante foi agraciado com um louvor. Regressado à Metrópole, retomou funções na Repartição de Finanças de Vila Flor, tendo, em Junho de 1973, por promoção, sido nomeado chefe da Repartição de Finanças de Carrazeda de Ansiães. Promovido novamente em Fevereiro de 1979, foi nomeado chefe da Repartição de Finanças do concelho de Chaves, lugar que mantém e que só não ocupou por um período de ano e meio, enquanto desempenhou iguais funções na Repartição de Finanças de Mirandela. Seleccionado para monitor do IVA, colaborou em várias acções de formação para funcionários dos impostos, no Porto, Braga, Vila Real e Bragança, e em sessões de esclarecimento para contribuintes em várias localidades. Como monitor do IR, participou também em várias acções de formação destinadas a funcionários dos impostos. No dirigismo desportivo, esteve ligado ao futebol durante oito épocas: duas como vice presidente do Vila Flor Sport Club, três como presidente do F.C. de Carrazeda de Ansiães e três no Grupo Desportivo de Chaves, onde fundou o jornal "O Desportivo de Chaves", do qual foi director. Tem colaborado com outras associações: foi director do Aeroclub de Chaves, sócio fundador do Rotary Club de Chaves e presentemente pertence à direcção dos Bombeiros Voluntários Flavienses. No domínio das artes e das letras, tem alguns trabalhos em pintura, caricatura e desenho, com os quais participou em várias exposições e colaborou em alguns jornais locais: NE, Alto Tâmega, Notícias de Mirandela, Notícias de Chaves, Semanário Transmontano e Mundo Transmontano. Foi premiado no concurso "Expo em 98 palavras", lançado pelo jornal "Diário de Notícias", cujo trabalho foi incluído numa colectânea em livro. Ultimamente tem dedicado parte do seu tempo à poesia e tem como projecto, a breve prazo, a publicação de uma obra onde possa reunir todos os trabalhos já realizados nesse âmbito.


In ii volume do Dicionário dos mais ilustres Trasmontanos e Alto Durienses,
coordenado por Barroso da Fonte, 656 páginas, Capa dura.
Editora Cidade Berço, Apartado 108 4801-910 Guimarães - Tel/Fax: 253 412 319, e-mail: ecb@mail.pt
Preço: 30€

(C) 2005 Notícias do Douro - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
Design: Notícias do Douro. Email do Jornal: noticias.do.douro@netc.pt