O Semanário de Trás-os-Montes e por excelência da Região Demarcada do Douro
Notícias do Douro Notícias do Douro
Notícias do Douro
Dolce Vita
[ Inquéritos ][ Fórum ][ Farmácias ][ Futebol ][ Agenda ][ Tempo ][ Pesquisa ][ Assinaturas ][ Publicidade ][ Ficha Técnica ][ Horóscopo ]
Transmontanos e Durienses +
Noticias do Douro
Pesquisa
Livro

Transmontanos e Durienses +

P


PIRES, Francisco Maria da Conceição Videira

nasceu em Torre de D. Chama, concelho de Mirandela, em 21 05 1919. Foi ordenado sacerdote em 29 06 1952, em Bragança. Licenciou se em Humanidades Clássicas, na Companhia de Jesus, em Guimarães e em Filosofia na Faculdade Pontifícia de Filosofia de Braga. Fez o 1.° ano de Teologia em Burgos e os 3 últimos em Bragança. Especializouse em Sociologia em Valladolid e Barcelona e fez estágios em Nova Iorque e em Boston (Harvad University). Otbteve o diploma de doutoramento em Ciências Filsófico Humanísticas pela Faculdade Pontíficia de Filosofia, da UCP com "Magna cum laude" em 19 07 1983. Exerceu o ensino médio em Santo Tirso, em Bragança, em Lamego e em Vila Real. No ensino superior leccionou: Filosofia, Moral, Literatura Clássica e Medieval Europeia, Introdução à Cultura Europeia, Ética, Psicologia Social, Sociologia Geral e Sociologia do Trabalho, no ISLA, em Lisboa (1966 1974). Professor de Introdução à Sociologia, Sociologia Política, Teorias Sociológicas e Sociologia do Brasil, desde 1975 1984. na Universidade Católica de Petrópolis, como Professor Adjunto e finalmente "Titutar" (Catedrático), categoria posteriormente (1986) oficialmente reconhecida no Diário de Governo, quando já Professor da Universidade da Beira Interior. Professor Itinerante da Universidade Autónoma de Guadalajara (México), no Verão de 1981, em curso sobre as relações de Hegek e Marx, para um grupo de 50 professores da mesma Universidade, uma das mais importantes do México. Professor de um curso de extensão universitária, para licenciados do Instituto Lindolfo Collo (de Ciências Políticas) de Porto Alegre (Brasil), em Fevereiro de 1982. Professor de um Curso de Introdução às Ciências Sociais e Políticas, na Universidade Internacional de Lisboa (1985). Professor Catedrático e Coordenador do Departamento de Ciências Sociais e Humanas (cuja Faculdade de Sociologia se instalou, criando ainda a Faculdade de Comunicação Social e as cadeiras de Sociologia da Religião e Sociologia das Ideologias, esta última única em Universidades Portuguesas). Actividades Culturais: Bolseiro do Instituto de Alta Cultura, entre 1968 e 1972. Bolseiro da Fundação Calouste Gulbenkian, na Alemanha (1986). Colaborador da Enciclopédia Luso Brasileira Verbo e da Enciclopédia "Logos", da Verbo. Produtor de programas culturais, na antiga Emissora Nacional, entre 1961 e 1974, uma série deles retransmitida integralmente pela secção Portuguesa da Rádio Vaticano. Produtor e Realizador de Programas Culturais, na Radiotelevisão Portuguesa (RTP), de 1966 a 1974. Colaborador de revistas e páginas culturais, em Portugal e estrangeiro. em revistas como: Brotéria; Lumen, Religião e Patrice (Macau): Communio (Rio de Janeiro): Boletim Administrativo (de Angola). E nos jornais: Comércio do Porto (Página de Cultura): Novidades (de que foi redactor). A Voz (em que dirigiu uma página de cultura): Diário da Manhã: Diário de Moçambique (Beira): Globo (Rio de Janeiro): A Tarde (Salvador, Baía Brasil); Jornal do Brasil (Rio de Ja neiro) e nalguns dos principais semanários portugueses e brasileiros. Director do "Mensageiro de Bragança", de 1957 1961, ao qual deu maior audiência nacional, com os seus editoriais frequentemente transcritos por diários de Lisboa e pela Emissora Nacional. Numerosas conferências culturais nos mais diversos centros (Académicos e Universitários), de Portugal, Espanha, Alemanha, Macau, Angola, Moçambique, Brasil e México. Membro de diversos Júris de Aptidão Pedagógica, Agregação e Doutoramento, em Portugal e estrangeiro. Visitas de estudo a diversas universidades estrangeiras, em Valladolid (Espanha), Sphia Uni versity (Tóquio), Universidade Católica de Taipé (Formosa), Universidade Particular de Kioto (Japão). Ciclo de conferências sobre Marxologia, nas Universidades de Heidelberg (Alemanha), Católica de lavaina (Louvam La Neuve) e de Macau, seguidas de debate com professores e alunos. Intervenções diversas em programas e mesas redondas em rádios e televisões do Brasil, Estados Unidos, Angola, Moçambique e Macau. Distinções e cargos culturais: Prémio Nacional António Eanes
(1961), da Imprensa regional, de que foi, por aclamação, primeiro Presidente, prémio que lhe valeu urna viagem de estudo a Angola e Moçambique, pronunciando por lá, nas principais cidades, 12 conferências sobre temas históricos e filosóficos, em associações culturais. Convite da TAP e da PANAIR do Brasil, para missão de estudo, durante mês e meio, tendo realizado diversas conferências, programas de rádio e televisão, debates com universitários e colaborando nos melhores jornais do Rio de Janeiro, Belo Horizonte, São Paulo, Recife, Salvador e Belém do Pará. Director do Fórum de Filosofia da Universidade Católica de Petrópolis. Sócio activo da Sociedade Brasileira de Filósofos Católicos Director do Centro de Estudos Sociais da Universidade da Beira Interior. Presidente da Comissão de Equivalências da Universidade da Beira Interior. Trabalhos avulsos: Tem centenas de artigos e estudos de cultura (crítica literária, filosofia, teologia, políticologia e sociologia), dispersos por jornais (páginas de cultura) e revistas de Macau, Portugal, Angola, Moçambique, Estados Unidos e Brasil. praticamente impossíveis de recolher. pela distância e porque várias dessa publicações acabaram ou os arquivos em que se guardam são reservados e problemáticos. De pessoas e entidades altamente qualificadas tem recebido incitamentos para coligir em volumes diversos muitos desses trabalhos. Fez ainda numerosas recensões críticas a livros de literatura. religião, filosofia, história e sociologia, dispersas pela Revista Portuguesa de Filosofia, Brotéria, Lumen, Communio e Anais Universitários da Universidade da Beira Interior. Livros, Artigos e Separatas: A Virem Peregrina na diocese de Bragança, Bragança, 1950; Prefácio para o livro "O Lodo e as Estrelas", de Telmo Ferraz; Prefácio para o livro de P. Francisco Santos Costa, "Nossa Senhora da Rocha ", Lisboa, 1970; Tradução e prefácio do livro de Manuel Rocha "Trabalho e Salário tia Escolástica", Rei dos Livros, Lisboa, 1952; Poemas do Prémio Nobel TS. Eliot a Nossa Senhora, Porto, 1953; Verney e a Tradição de Évora, Coimbra, 1967.; Portugal, Cruzada Sem Fim, Covilhã, 1967; Actualidade da Metáfísiea, Petrópolis, 1976; Da Cultura à Intelectualidade, Rio de Janeiro, 1979; Da Filosofia à Sociologia, Rio de Janeiro, 1978; Os Conceitos de Secularização e Vocação (sondagem sociológica), Rio de Janeiro, 1976; Sociologia Política, Lello & Irmão, Porto, 1977; Introdução àSociologia, Lello & Irmão, Porto, 1977; A Manhã sobre a Cidade, Lello & Irmão, Porto, 1978; O Materialismo de Marx, Rio de Janeiro, 1982; Ética da Marxismo, Rio de Janeiro, 1982; A Urgência do Tomismo, Lisboa, 1979; Municipalismo e Liberdade Política, São Paulo, 1983; Marx e o Estado, Lello & Irmão, Porto, 1983; Do Marxismo à Marxologia. Braga, 1984; Democracia e Solidão, Covilhã. 1988; Sincretismo Religioso e Liberdade no Brasil, Coimbra, 1991; Syncrétisme Religieux et Liberté au Brésil, Bastidiana, da Universidade de Caen (Janvier Mars), 1955; Josef Dietzgen, O "Filósofo" de Marx, separata da Revista Portuguesa de Filosofïa. Braga, 1994; Desenvolvitnento e Pessoa Humana, Covilhã, 1991: O "Animal Laborans" de Mar v, nos Anais Universitários da U.B.L, nos 4 e 5, Outubro, 1993/1994; Religião ou Religiosidade Popular, Covilhã, 1995; Garrett e a Sociologia da Educação. Covilhã, 1996; Marx, Ideólogo dos Ideólogos, na "Revista Portuguesa de Filosofia", n.° de Homenagem ao Prof. Doutor Lúcio Craveiro da Silva, Braga, Janeiro Fevereiro de 1996. Comunicações em Congressos e Seminários: Verney e a Tradição de Évora, no Congresso Internacional de Filosofia, comemorativo do IV Centenário da Universidade de Évora, 1959; Os Conceitos de Secularização e Vocação (sondagem sociológica), no Seminário da ABESP (Associação brasileira de Estudos Superiores), Rio de Janeiro, Dezembro, 1976; Para uma Filosofia da Técnica, na III Semana Internacional de Filosofia, Salvador, Brasil, 1977. Da Filosofia à Sociologia na IV Semana Internacional de Filosofia, Curitiba, Brasil, 1978. A Ética do Marxismo, no Simpósio Internacional de Ética, Rio de Janeiro, Setembro, 1980. Marx e Nós, Hoje, no XVI Simpósio Internacional de Filosofia, Rio de Janeiro, Julho Agosto, 1985. Sincretismo Religioso e Liberdade no Brasil, no I Congresso LusoAfro Brasileiro, Coimbra, 1991. Apontamentos e Sebentas: Apontamentos de Filosofia e Moral, para os alunos do ISLA (1963 1966); Sebenta de Introdução à Cultura Europeia, para os alunos do ISLA (1968); Sebenta de Sociologia do Trabalho, ISLA, Lisboa, 1969; Apostila de Sociologia Experimental, para os alunos de Filosofia do Seminário Maior de Petrópolis (Brasil), 1978; Apostila de Sociologia Política, Universidade Católica de Petrópolis; Apostila de Teorias Sociológicas, Universidade Católica de Petrópolis; Apostila de Sociologia do Brasil, Universidade Católica de Petrópolis; Sebenta de Filosofia Social, para os alunos da Universidade Católica Portuguesa, em Viseu; Sebenta de Introdução à Doutrina Social da Igreja, para os mesmos alunos de Viseu.


In ii volume do Dicionário dos mais ilustres Trasmontanos e Alto Durienses,
coordenado por Barroso da Fonte, 656 páginas, Capa dura.
Editora Cidade Berço, Apartado 108 4801-910 Guimarães - Tel/Fax: 253 412 319, e-mail: ecb@mail.pt
Preço: 30€

(C) 2005 Notícias do Douro - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
Design: Notícias do Douro. Email do Jornal: noticias.do.douro@netc.pt