O Semanário de Trás-os-Montes e por excelência da Região Demarcada do Douro
Notícias do Douro Notícias do Douro
Notícias do Douro
Dolce Vita
[ Inquéritos ][ Fórum ][ Farmácias ][ Futebol ][ Agenda ][ Tempo ][ Pesquisa ][ Assinaturas ][ Publicidade ][ Ficha Técnica ][ Horóscopo ]
Transmontanos e Durienses +
Noticias do Douro
Pesquisa
Livro

Transmontanos e Durienses +

N


NEVES, Artur Augusto das

nasceu em 06 02 1900, em Valpaços e faleceu em Matosinhos, em 06 12 1964. Mais conhecido por Artur Mirandela, dele escreveu o jornal "A Sineta", de Julho/99: Sua mãe era originária da região espanhola de Aliste e o pai de Vilarinho dos Galegos. concelho de Mogadouro, de quem herdou os ideais da doutrina republicana que professou ao longo de toda a sua vida. Casou com D. Amónia Maria da Natividade Leal, natural de Sacolas, aparentada por sangue materno ao sábio Abade de Baçal. Durante 26 anos foi Tesoureiro da Agência do Banco de Portugal, em Bragança, e fundou a Associação dos Socorros Mútuos dos Artistas da referida cidade. A Câmara Municipal de Bragança, deliberou, em reunião de 12 121984, atribuir o nome de Artur Mirandela a um bairro da cidade e foi homenageado, nos fins de 1988, pelo Presidente da República. Em 1963 escreveu um livro: "Trásos Montes, Pessoas e Bichos", o que levou o jornal "A República", de 25 10 1963, a afirmar: "quem dera a muitos contistas que por aí andam ao lado de alguns livros publicados e todos eles vestidos por gente de certa importância, terem a facilidade que demonstra possuir o autor deste volume". Ao tempo da guerra civil de Espanha, acolheu centenas de refugiados espanhóis e durante a II Guerra Mundial foi dos elementos mais activos do Norte de Portugal, em prol dos aliados, colaborando intensamente com a resistência francesa, quer na canalização de informações, quer no acolhimento e protecção de pessoas, nomeadamente belgas, franceses, holandeses, polacos, judeus e não judeus, e citando seu filho Manuel Miranda, in "Actas del II Congresso Internacional da Associación Caminos de Cervantes Y Sefarad, 1994" DON ARTUR MIRANDELA, HOMBRE DE LIBERTAD : "(...) Correu perigos, aventurou a sua própria Família nessa colaboração e dispendeu dinheiro tão generosamente, que a fortuna que possuía em propriedades rústicas, se foi sumindo pela venda das mesmas, para satisfazer tais encargos. A luta pela liberdade exigia tudo e Quixotescamente até os próprios filhos ofereceu ao General de Gaulle, para combatentes, se necessário. Recebeu os agradecimentos do Rei de Inglaterra e do seu Governo, através do seu Embaixador em Lisboa. Mister N. Rondl, por carta dirigida em 25 de Março de 1949 (...). Outros eminentes estadistas, como o General de Gaulle, demonstraram o seu apreço a este corajoso opositor ao nazismo. O seu exemplo de paladino da Liberdade e da Justiça, de apóstolo das grandes causas e dos valores supremos da Humanidade, merece ser de todos conhecido; daí este singelo repique de "A Sineta", em jeito de exaltação do seu honrado nome e de hino à sua memória".
Raúl Morais


In ii volume do Dicionário dos mais ilustres Trasmontanos e Alto Durienses,
coordenado por Barroso da Fonte, 656 páginas, Capa dura.
Editora Cidade Berço, Apartado 108 4801-910 Guimarães - Tel/Fax: 253 412 319, e-mail: ecb@mail.pt
Preço: 30€

(C) 2005 Notícias do Douro - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
Design: Notícias do Douro. Email do Jornal: noticias.do.douro@netc.pt