O Semanário de Trás-os-Montes e por excelência da Região Demarcada do Douro
Notícias do Douro Notícias do Douro
Notícias do Douro
Dolce Vita
[ Inquéritos ][ Fórum ][ Farmácias ][ Futebol ][ Agenda ][ Tempo ][ Pesquisa ][ Assinaturas ][ Publicidade ][ Ficha Técnica ][ Horóscopo ]
Transmontanos e Durienses +
Noticias do Douro
Pesquisa
Livro

Transmontanos e Durienses +

M


MACHADO, João Baptista Pavão

nasceu em Abaças, concelho de Vila Real. Pertenceu a uma geração de notáveis militares que Mário Lisboa cita em artigo publicado na Voz de Trás os Montes de 3003 2000. Coronel Piloto Aviador, Manuel Machado de Barros, Tenente Coronel Eng.° Aeronáutico, José Pereira do Nascimento, Capitão Piloto Aviador, Ilídio Lopes Abelho e João Baptista Pavão Machado que nesta altura (Abril de 2000) ainda é vivo e se encontra na situação de reforma, gozando de boa saúde. Acerca de João Baptista Pavão Machado, escreveu Mário Lisboa: Frequentou o Liceu Camilo Castelo Branco onde completou o Curso Geral de Liceus em Agosto de 1948. Ingressou na Escola do Exército em 13 12 1948, com destino àAeronáutica Militar. Em Setembro de 1957 fomos encontrar o Capitão Pavão Machado na Base Aérea n.° 1, em Sintra como director e instrutor de treino avançado para formação de pilotos, o qual era ministrado nos aviões T 6 Harvard num sistema intensivo onde nada ficava por ensinar. Após esta passagem pelo T 6, os pilotos seleccionados (brevetados) passavam depois para os aviões de reacção (jacto) transporte, helicópteros, etc., conforme as características e o desempenho verificado nesta fase da instrução por parte dos instruendos. Em 1962 o Major Pavão Machado era comandante dos Transportes Aéreos Militares e, muitas vezes, na cidade da Beira, Moçambique, tivemos o prazer de estar àsua espera na Base Aérea n.° 10, comandando os extraordinários DC 6, aviões de transporte e carga, que asseguraram durante todo o período do Ultramar as ligações entre Portugal Continental, Cabo Verde, Guiné, São Tomé e Príncipe, Angola e Moçambique. Foi como responsável máximo dos Transportes Aéreos Militares que Pavão Machado marcou uma imagem de segurança, prontidão e confiança por parte daqueles que com frequência utilizavam não só os DC 6 como também DC 5 Skymaster. A título de curiosidade: uma viagem da cidade da Beira a Lisboa, nos transportes aéreo militares levava 24 horas para paragem em Luanda. O percurso Luanda Lisboa era directo com paragem na Guiné e que conste nunca houve problemas. Todo este percurso era feito sobre a água (Oceano Atlântico) pois, a maioria dos Países Africanos não permitiam o sobrevôo de aviões militares portugueses sobre o seu território. como retaliação do processo da guerra de guerrilha em curso na Guiné, Angola e Moçambique. Percebe se assim, como era arriscada a missão dos aviões dos Transportes Aéreos Militares nos vaivém de Transportes de passageiros e carga entre Portugal Continental e os territórios Ultramarinos já acima referidos. Desempenhou ao longo da sua carreira militar entre outros cargos: Adjunto do Comando Chefe das Forças Armadas em Moçambique, de 31 12 1967 a 21 12 1968. Adido militar na Rodésia (IANSMITH) de 21 12 1970 a 21 12 1973. Também no que respeita ao Aeródromo de Vila Real. colaborou muito de perto com o então Presidente da Câmara Dr. Armando Moreira. no encontro de soluções para melhorias no Complexo Aeroportuário do Alto de Vila No\ a. no desempenho das funções de Director dos Serviços de Qualidade e Segurança do Instituto de Aeronáutica Civil. cargo que exerceu até Agosto de 1999. Possui inúmeras condecorações e louvores tais como: Cavaleiro da Ordem Militar de Avis: Medalha de Prata de Serviços Distintos. Ao longo da sua carreira militar. sem espaventos, com competência, serenidade e bom senso, conseguiu o Coronel Pavão Machado uma imagem e uma posição de prestígio ímpar no seio da Força Aérea. Para os mais novos o Coronel Pavão Machado foi colega e contemporâneo de entre outro do Dr. António Silva (veterinário) no Liceu Camilo Castelo Branco, bem como do Eng. Tomás Espírito Santo e Dr. José Rebelo.


In ii volume do Dicionário dos mais ilustres Trasmontanos e Alto Durienses,
coordenado por Barroso da Fonte, 656 páginas, Capa dura.
Editora Cidade Berço, Apartado 108 4801-910 Guimarães - Tel/Fax: 253 412 319, e-mail: ecb@mail.pt
Preço: 30€

(C) 2005 Notícias do Douro - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
Design: Notícias do Douro. Email do Jornal: noticias.do.douro@netc.pt