O Semanário de Trás-os-Montes e por excelência da Região Demarcada do Douro
Notícias do Douro Notícias do Douro
Notícias do Douro
Dolce Vita
[ Inquéritos ][ Fórum ][ Farmácias ][ Futebol ][ Agenda ][ Tempo ][ Pesquisa ][ Assinaturas ][ Publicidade ][ Ficha Técnica ][ Horóscopo ]
Transmontanos e Durienses +
Noticias do Douro
Pesquisa
Livro

Transmontanos e Durienses +

G


GOMES, Sérgio Botelho de Andrade

Nasceu em Vila Pouca de Aguiar, 19.1.1915. Licenciou-se no Instituto Superior Técnico. Foi aluno do então Liceu "Normal" Pedro Nunes, Lisboa, desde o 1.° Ano, tendo concluído os antigos Cursos Complementares de Letras e de Ciências (6.° e 7.° ano) em 1935 e 1937. Foi "auxiliar" de Salas de Estudo do mesmo Liceu e também director da Associação Escolar. Foi ainda fundador e director dos Jornais daquele Liceu "Tentativa" e "Os Novos". Faculdade de Ciências (Geometria Descritiva): Faculdade de Letras (Ciências Pedagógicas). proporcionando lhe estas habilitações o Curso de Professor de Desenho. Finalista do Curso Superior de Arquitectura Escola de Belas Artes de Lisboa em 1913. Por escolha da Escola colaborou no Projecto da nova Sede da Ordem dos Engenheiros que o Sindicato Nacional dos Arquitectos ofereceria àquela Ordem e de cuja elaboração encarregara o Professor Arquitecto Porfírio Pardal Monteiro, com quem veio a fazer o Tirocínio. E em consequência foi seu Colaborador no "Atelier" e Assistente no I.S.T. (Arquitectura/Engenharia Civil) 1944. Em 1945/46 faz concurso de provas públicas, com defesa de tese e obtém o Diploma de Arquitecto (18 vai.). Seguidamente, em concurso para arquitectos da Direcção Geral de Urbanização, foi classificado em 1.° lugar, cargo que, todavia não pode ocupar por incompatibilidade com a sua situação no I.S.T., onde era Assistente de "Arquitectura" e de "Geometria Descritiva". Em 1958, assume a regência da Cadeira de Arquitectura, após o falecimento do Professor Pardal Monteiro. No ano de 1970/1971 é nomeado Professor, equiparado a Professor Auxiliar. E, em 1972, é convidado para Professor além do Quadro da Escola Superior de Belas Artes de Lisboa, onde lecciona a Cadeira de "Arquitectura Analítica I". No ano de 1974, em Concurso de provas públicas para Professor de Arquitectura, daquela Escola. adquire a qualificação de "Professor Agregado". Em Dezembro de 1979, de acordo com o Dec. Lei 448/79, passa a exercer o cargo de Professor Associado, no I.S.T. A par da sua actividade docente, vem exercendo actividade profissional em regime liberal desde 1945. Foi Secretário da Secção Portuguesa da U.LA (União Internacional de Arquitectos). Foi Relator do Tema II "O Problema Português de Habitação" no I Congresso Nacional de Arquitectura (19481. Congresso que teve uma ampla e qualificada participação e em que as Conclusões e os kótos resultantes desta iniciativa, permitiram então que a mesma constituísse uma "manifestação unânime e solene das aspirações da classe". Como Arquitecto / Profissão Liberal tem trabalhado para diversos Estratos sociais: Entidades Públicas e Privadas, principalmente em Lisboa e ainda na Região Centro, nos Açores... procurando conseguir a mais funcional e actual Arquitectura, tentando contribuir para a melhoria das condições do Ambiente e da Habitação, defendendo a qualidade da prática profissional do Arquitecto e o requerido desenvolvimento da Arquitectura , esta sempre como "arte de compor e de construir Edifícios". Fez Projectos de várias moradias e de inúmeros
Edifícios de Habitação, construídos em Lisboa, desde os mais modestos a alguns de maior vulto, tendo sido proposto para o Prémio Valmor, em 1954 (Prédio da Av. de Roma, n.° 38). De entre os muitos Projectos que elaborou e Trabalhos que realizou salienta: Contratado pela Câmara Municipal de Lisboa, projectou em colaboração com o seu colega Miguel Jacibetty, Edifícios do Bairro de S. Miguel, em Alvalade; Elaborou o Plano de Urbanização de Benavente e o Projecto de Cine Teatro e Esplanada da mesma Vila; Cine Teatro "Joaquim de Almeida", construído no Montijo (1964): "Cinestúdio" para este Cine Teatro; Hotel Residencial para a Av. Almirante Reis; e em sua substituição, um Bloco Comercial: Hotel Praia Mar, construído em Carca\eios: Hotel para a Madeira/Funchal; Hotel Vera Cruz para a Praça de Londres, que veio a ser adquirido em tosco para o então Ministério das Corporações e Previdência Social; Primeiro Edifício de grande altura em Lisboa (23 pavimentos) para a instalação do referido Ministério das Corporações e Previdência Social, na Praça de Londres (em substituição do projectado Hotel Vera Cruz), o actual Ministério do Trabalho e Solidariedade (1966); Instituto de Formação Profissional Acelerada e o Centro N.° 1, construídos em Xabregas, adaptando parcialmente a antiga Fábrica de Tabacos; Centro n.° 2 da ERA, a construir no Porto; Edifício Sede da Cooperativa "A Sacavenense"; Edifício para a Caixa Sindical dos Tipógrafos (Rua das Taipas); "Edifício Caravela" bloco comercial na Av. da República; Escola de Enfermagem Calouste Gulbenkian de Lisboa (Blocos Escolar e Residencial) inaugurada em Setembro de 1972; Escola de Enfermagem Dr. Ângelo da Fonseca, incluindo mobiliário e equipamento Coimbra; Escola e Lar de Enfermagem em Ponta Delgada Açores Lar de Alunas, Arranjos Exteriores, Equipamento e Mobiliário da Escola e um Edifício de remate de um Conjunto Habitacional, nas Galineiras; Palácio da Justiça de Benavente ("Domus Justitia"); Transformação e ampliação do Edifício para Escritórios (por si projectado) na Rua das Taipas, para novas instalações do Departamento de Apostas Mútuas (Totobola) da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa 1983/1984; Centro de Manutenção e Assistência à Auto Estrada do Sul (Nó de Coina) para a Brisa 1977; Estalagem da Horta do Bispo, em Évora 1974; Conjunto de Escritórios, Aparcamentos e Clínica. na Rua Ivens / Largo da Boa Hora, para a Companhia de Seguros "A Fidelidade": Estudo Urbanístico para o Montijo (Nova Avenida); Remodelação do Plano Parcial n.° 2 de Urbanização de Almada; Arranjo Urbanístico e elaboração dos projectos dos Edifícios de Habitações Económicas da Federação de Caixas de Providência Montijo; Elaboração do Plano de Urbanização da 4.a Parcela do Monte Abraão, em Queluz (Icosal); Estudo de algumas células residenciais para Póvoa de Santo Adrião, em Loures, Sacavém e Benfica; Adaptação de um Imóvel, em construção, para as "novas instalações" do então Secretariado Nacional da Emigração, onde desde há muito está, instalado o Ministério da Saúde (Av. João Crisóstomo / Av. dos Defensores de Chaves), inaugurado em Setembro de 1972; Projecto de remodelação e ampliação das instalações do Lar para Idosas da Confraria de S. Vicente de Paulo Rua do Norte (Carnide); Projecto da "Estação Carnide" do Metropolitano de Lisboa, inaugurada em Outubro de 1997; Projecto de remodelação do Edifício da Rua D. Pedro V, 2 a 6, em Lisboa, com ligação ao da Rua das Taipas, para ampliação das instalações do "Departamento de Jogos" da Santa Casa da Misericórida de Lisboa (1999).


In ii volume do Dicionário dos mais ilustres Trasmontanos e Alto Durienses,
coordenado por Barroso da Fonte, 656 páginas, Capa dura.
Editora Cidade Berço, Apartado 108 4801-910 Guimarães - Tel/Fax: 253 412 319, e-mail: ecb@mail.pt
Preço: 30€

(C) 2005 Notícias do Douro - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
Design: Notícias do Douro. Email do Jornal: noticias.do.douro@netc.pt