O Semanário de Trás-os-Montes e por excelência da Região Demarcada do Douro
Notícias do Douro Notícias do Douro
Notícias do Douro
Dolce Vita
[ Inquéritos ][ Fórum ][ Farmácias ][ Futebol ][ Agenda ][ Tempo ][ Pesquisa ][ Assinaturas ][ Publicidade ][ Ficha Técnica ][ Horóscopo ]
Transmontanos e Durienses +
Noticias do Douro
Pesquisa
Livro

Transmontanos e Durienses +

C


CORREIA, Camilo de Araújo

nasceu no Porto, a 28 de Julho de 1925. Vive na Régua desde os três anos de idade. Fez nesta cidade a instrução primária e o primeiro ciclo liceal. Completou o curso nos liceus de Lamego e Vila Real. Feito o exame de aptidão, matriculou-se na Faculdade de Medicina de Coimbra, onde veio a formar se no dia 5 de Dezembro de 1953. Enquanto estudante de Coimbra, viveu sempre em "República", o "Palácio da Loucura" e despertou para a literatura, colaborando nos jornais académicos da época: Via Latina, Briosa e Pagode. Depois de formado, frequentou o Serviço de Anestesia do Hospital de Santo António, vindo depois a ocupar o lugar de anestesista nos Hospitais da Régua e de Lamego, chegando neste Hospital a Chefe de Serviço. Exerceu clínica até 1990, altura em que optou pela dedicação exclusiva hospitalar. Em 1950, durante seis meses, foi Cadete na Escola Prática de Infantaria de Mafra, sendo depois colocado como Oficial Miliciano no batalhão de Caçadores 8, em Elvas. Foi mobilizado para Moçambique em 1961, como anestesista do Hospital Militar 338, destinado a Porto Amélia. Veio a ser Director desse Hospital, tendo merecido louvor do General Comandante da Região Militar de Moçambique pelos seus serviços médicosociais e de relacionamento com as outras unidades lá aquarteladas. De colaboração com civis e militares, ajudou a formar e dinamizar o Gnrpo Cénico de Porto Amélia. Além de ensaiador, escreveu para um dos seus espectáculos a revista "Atracou o Troça Nova". Regressado do Ultramar foi Presidente da Direcção dos Bombeiros do Peso da Régua e, depois do 25 de Abril, o primeiro Presidente da Assembleia Municipal. Bastante viajado, conhece bem toda a Península Ibérica, esteve em Angola, Moçambique, África do Sul, Suazilândia, Zim babué, Madeira, Açores, Canárias, Marrocos, França, Itália, Mónaco, Áustria, Alemanha, Inglaterra, Israel e Rússia. Cultivando a crónica social, a sátira política e as memórias, colaborou em vários jornais e revistas. Mantém no Arrais desde a sua fundação em 1978, uma coluna semanal.
PUBLICOU: Elogio do Dr. António da Fonseca Almeida; Históricas na Palma da Mão; Coimbra Minha; Na Rota do Sal; Livro de Andanças; Médicos, Doentes e Outras Gentes; Coimbra, Outra Vez.
A PUBLICAR: Quarenta Anos de Gás; Porta com Porta; Histórias do Fim do Ano.


In ii volume do Dicionário dos mais ilustres Trasmontanos e Alto Durienses,
coordenado por Barroso da Fonte, 656 páginas, Capa dura.
Editora Cidade Berço, Apartado 108 4801-910 Guimarães - Tel/Fax: 253 412 319, e-mail: ecb@mail.pt
Preço: 30€

(C) 2005 Notícias do Douro - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
Design: Notícias do Douro. Email do Jornal: noticias.do.douro@netc.pt