O Semanário de Trás-os-Montes e por excelência da Região Demarcada do Douro
Notícias do Douro Notícias do Douro
Notícias do Douro
Dolce Vita
[ Inquéritos ][ Fórum ][ Farmácias ][ Futebol ][ Agenda ][ Tempo ][ Pesquisa ][ Assinaturas ][ Publicidade ][ Ficha Técnica ][ Horóscopo ]
Transmontanos e Durienses +
Noticias do Douro
Pesquisa
Livro

Transmontanos e Durienses +

B


BOTELHO, Manuel Henrique Ferreira (1930 1997)

o seu nascimento, em Vila Real (V. Botelho, Henrique Ferreira Botelho (1880 1959), haveria de colocá-lo na linha de sucessão de uma família de grandes nomes da Medicina. Distinto desde as primeiras letras, inteligência iluminada, carácter acima de toda a suspeita, a Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra teve o em todo o tempo como um dos seus melhores alunos. O Reitor da Universidade, Prof. Maximino Correia, declarou oficialmente que o Dr. Henrique Botelho o seu nome profissional revelara durante o curso" excepcionais qualidades de inteligência, carácter e trabalho". Recusou o convite para a carreira docente que o Prof. Oliveira e Silva (Belló), catedrático de Fisiologia e de Química Fisiológica, lhe dirigiu com insistência. Decididamente vocacionado para a prática da cirurgia geral em âmbito hospitalar, concorre ao quadro dos Hospitais Civis de Lisboa e percorre, com profundíssimo saber e ilimitada dedicação aos doentes, por concurso, todos os graus da hierarquia hospitalar, a partir de 1957, até atingir, em 1973, a categoria mais elevada e definitiva de cirurgião especialista de cirurgia geral dos prestigiados H.C.L. Chefe Clínico de Cirurgia Geral, chefe de serviço, e termina, por prematuro falecimento, a sua eminente carreira como director do serviço de cirurgia geral do Hospital Curry Cabral; em comissão de serviço, dirige, nos serviços de cirurgia geral do Hospital de Santa Cruz, a difícil especialidade de transplantes renais. O êxito real e estatístico admiravelmente conseguido mereceu reconhecimento da Ordem dos Médicos. O seu nome alcançou fama que excedeu os limites de Lisboa. Adquiriu mesmo dimensão nacional. Na condição de Oficial Superior do Exército, dirigiu, no Hospital Militar Principal, os serviços de cirurgia, e cumpriu muito dignamente, no plano humano, clínico e militar, duas comissões de serviço no decurso das guerras ultramarinas (Porto Amélia, Moçambique; Luanda; Angola). Coube lhe também a honrosa responsabilidade da docência de clínica cirúrgica na Universidade de Luanda, e, comulativamente, a direcção dos serviços de cirurgia. "Despendia com letras e a música clássica o pouco tempo que sobejava da usa intensa actividade profissional. A vida foi uma dádiva total aos doentes e às instituições em que trabalhou e a sua morte uma perda incalculável para os colegas mais novos do serviço, para os Hospitais Civis de Lisboa, para a Cirurgia Nacional, para a carreira médica hospitalar e para o Serviço Nacional de Saúde". (Luís Garcia e Silva, in "Médico Hospitalar"). Na "revista da Ordem dos Médicos, a Direcção do Colégio de Cirurgia Geral ho menageia postumamente o Dr. Henrique Bo telho, da especialidade que "ele tão bem soube servir, honrar e prestigiar". "Figura humana ímpar, com uma postura ética intocável, destacou se desde os bancos da Faculdade como uma referência moral e intelectual. (...) Assim permaneceu pela vida fora evocamos com indelével saudade, e com o preito da mais sentida homenagem, o médico e o cirurgião que com justiça e indiscutível mérito atingiu lugares cimeiros da carreira que com tanto enlevo abraçou. Mas é sobretudo o Homem respeitável e de sólida estatura moral que aqui recordamos, pela nobreza do seu carácter e pela forma notável como soube aliar o rigor, a seriedade de vida, a rectidão, o sentido de humor e a tolerância (...). O Dr. Henrique Botelho casou com a médica Maria Donzília Botelho, especialista do quadro do Instituto Português de Oncologia (IPO), e seus filhos, Luís Henrique, Maria Manuel e Margarida Botelho são todos médicos de carreira hospitalar, no prosseguimento de tradição assim distinta. Luís Henrique Botelho e Maria Manuel Botelho mantêm a "linhagem" da Cirurgia.
Liliana Gonçalves


In ii volume do Dicionário dos mais ilustres Trasmontanos e Alto Durienses,
coordenado por Barroso da Fonte, 656 páginas, Capa dura.
Editora Cidade Berço, Apartado 108 4801-910 Guimarães - Tel/Fax: 253 412 319, e-mail: ecb@mail.pt
Preço: 30€

(C) 2005 Notícias do Douro - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
Design: Notícias do Douro. Email do Jornal: noticias.do.douro@netc.pt