O Semanário de Trás-os-Montes e por excelência da Região Demarcada do Douro
Notícias do Douro Notícias do Douro
Notícias do Douro
Dolce Vita
[ Inquéritos ][ Fórum ][ Farmácias ][ Futebol ][ Agenda ][ Tempo ][ Pesquisa ][ Assinaturas ][ Publicidade ][ Ficha Técnica ][ Horóscopo ]
Transmontanos e Durienses +
Noticias do Douro
Pesquisa
Livro

Transmontanos e Durienses +

V


VIDAL, João Evangelista de

nasceu na freguesia de Vera Cruz, concelho de Aveiro, em 2.4.1874. Faleceu em 5.1.1958. Concluiu o Seminário em Coimbra em 1889, frequentando, a seguir, a Universidade Gregoriana de Roma, como aluno do Colégio Caprânia, obtendo os graus de Doutor em Filosofia e Teologia. Fez depois o bacharelato em Direito, por Coimbra. Nessa cidade ensinou Filosofia, Teologia, Ética e Direito Natural. Em 1900 cessou o ensino universitário para desempenhar o cargo de director espiritual, até 22.2.1906, data em que é nomeado Cónego da sé de Coimbra. Em 28.1.1909 é apresentado Bispo de Angola e do Congo. Foi consagrado em 29.7. do mesmo ano. Partiu para Luanda em 1.8.1909. Tomou posse em 17 desse mês. Em 1910 inicia a visita pastoral a Cabinda. Criou a paróquia de S. Lourenço do Bié. Criou também a paróquia de Cabinda e cinco missões: Bangue, Quibala, Dembos, Humbe e Cuanhama. Em 1913 teve de ir ao Continente pedir apoio, sobretudo político, para que aquela sua obra fosse por diante, uma vez que havia sido embaraçada. Chegou cá a 11.4.1914. Em 10.1.1915 dirige uma exposição ao governo. Mas não resultou. Em 9.12.1916 foi nomeado Bispo de Mitilene. Tomou posse em 17.1.1917. Em Lisboa criou a obra "Florinhas da Rua", promoveu a Associação da Catequese, a Obra das Vocações e Seminários e Imprensa. Em 23.5.1923 foi nomeado Bispo da recém criada Diocese de Vila Real. Foi proposta pelo Arcebispo de Braga, D. Manuel Vieira de Castro, natural de Poiares da Régua. D. João Vidal foi o primeiro titular da Diocese criada por Bula de 20.4.1922. Entrou nela solenemente em 24.10.1923. Começou por construir o Seminário, tendose deslocado, em 1925, ao Brasil para angariar donativos com essa finalidade. Em 1931, por essa escolha directa do papa Pio XI, foi nomeado superior geral das Missões Católicas Ultramarinas. Por essa razão resignou como Bispo de Vila Real e passou a residir no Seminário das Missões, em Cucujães. Nessa altura a Santa Sé concedeulhe o título de arcebispo de Ossirinco, nomeando o assistente ao sólio pontifício. Como em 1938 foi restaurada a Diocese de Aveiro, a Santa Sé nomeou o administrador apostólico, cargo de que tomou posse em 11.12.1938. Em 12.1.1940 foi nomeado Bispo residencial de Aveiro, cessando as funções que tinha no sector das Missões. Nesse mesmo ano foi alvo de um atentado, nas escadas da Sociedade de Geografia, em Lisboa; Em Aveiro fundou a obra das "Florinhas do Vouga", começando a construção do Seminário. Foi homenageado por ocasião das bodas de ouro sacerdotais, em 29.6.1946. E o governo condecorou o com a grã cruz da ordem da Benemerência.
Manteve permanente e regular colaboração em jornais e revistas e publicou: O Símbolo dos Apóstolos (1901), Sinopse de Teologia (2vIs 1902), Esplendores do Sacerdócio (1905), Teologia para todos (1908), Por Terras de Angola (1916), As lições da Natureza e dos Homens (1914), etc..


In i volume do Dicionário dos mais ilustres Trasmontanos e Alto Durienses,
coordenado por Barroso da Fonte, 656 páginas, Capa dura.
Editora Cidade Berço, Apartado 108 4801-910 Guimarães - Tel/Fax: 253 412 319, e-mail: ecb@mail.pt
Preço: 30€

(C) 2005 Notícias do Douro - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
Design: Notícias do Douro. Email do Jornal: noticias.do.douro@netc.pt