O Semanário de Trás-os-Montes e por excelência da Região Demarcada do Douro
Notícias do Douro Notícias do Douro
Notícias do Douro
Dolce Vita
[ Inquéritos ][ Fórum ][ Farmácias ][ Futebol ][ Agenda ][ Tempo ][ Pesquisa ][ Assinaturas ][ Publicidade ][ Ficha Técnica ][ Horóscopo ]
Transmontanos e Durienses +
Noticias do Douro
Pesquisa
Livro

Transmontanos e Durienses +

S


SAMPAIO, Mateus Augusto Ribeiro de

nasceu em Vilar de Maçada, distrito de Vila Real. em 1.12.1847. Foi médico e fazendeiro no Ultramar Português. Formado pela antiga Escola Médico Cirúrgica, seguiu para S. Tomé, como facultativo militar, e nesta colónia permaneceu desde 1872 a 1891 e exerceu clínica nos primeiros treze anos. Em 1888 pediu a sua exoneração como médico militar e dedicou se principalmente à agricultura. Com a sua iniciativa e a sua acção impulsionou o considerável desenvolvimento agrícola acusado por toda a colónia de S. Tomé, nos últimos anos do séc. XIX. Casado, em 1887, com uma senhora de avultada fortuna, tornou se um dos grandes proprietários da Ilha, ao mesmo tempo que prestava serviços clínicos a todas as roças. A sua resistência aos efeitos do clima mereceu dos outros colonos a denominação pública de "homem de ferro". Em 1873, quando exercia o cargo de delegado da saúde na ilha do Príncipe, indignado com o facto de oficiais do Exército abandonarem o governador perante uma revolta de soldados e degradados, ofereceu os seus serviços e, como prometera, efectuou a prisão do chefe revoltoso, um primeiro sargento. Em 1879, ao tomar posse de uma concessão de terrenos em Angolares, no Sul da ilha de S. Tomé, conseguiu, com a sua coragem e o seu espírito de justiça, e sem qualquer ajuda das autoridades, submeter a população indígena ao nosso domínio e adaptá la ao trabalho da agricultura; assim valorizou toda a região. Foi ele quem realizou, em 1.8.1880, a primeira ascensão ao pico da ilha de S. Tomé. Em 1891, desgostoso com factos da vida colonial, vendeu todas as suas propriedades e regressou à metrópole. Tentou sem resultado positivo a concessão da Guiné. Filiado no Partido Regenerador, foi eleito em 1895 deputado por Angola, mas no mesmo ano aceitou o cargo de director delegado da Companhia Gorongosa, em Moçambique, fundada por Paiva de Andrade, e à qual se associou imediatamente com um quinto do capital.
G.E.P.B.


In i volume do Dicionário dos mais ilustres Trasmontanos e Alto Durienses,
coordenado por Barroso da Fonte, 656 páginas, Capa dura.
Editora Cidade Berço, Apartado 108 4801-910 Guimarães - Tel/Fax: 253 412 319, e-mail: ecb@mail.pt
Preço: 30€

(C) 2005 Notícias do Douro - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
Design: Notícias do Douro. Email do Jornal: noticias.do.douro@netc.pt