O Semanário de Trás-os-Montes e por excelência da Região Demarcada do Douro
Notícias do Douro Notícias do Douro
Notícias do Douro
Dolce Vita
[ Inquéritos ][ Fórum ][ Farmácias ][ Futebol ][ Agenda ][ Tempo ][ Pesquisa ][ Assinaturas ][ Publicidade ][ Ficha Técnica ][ Horóscopo ]
Transmontanos e Durienses +
Noticias do Douro
Pesquisa
Livro

Transmontanos e Durienses +

P


PITÕES, D. Pedro

foi prelado no século XII, sucedendo na mitra de Coimbra a D. Pedro Rabalde que governou a Diocese até 1115. Sobre este bispo Barrosão escreveu O Povo de Barroso, de 31.10.1990, o seguinte: A Direcção Geral do Turismo editou recentemente o "caminho dos Conquistadores", um guia turístico que por bem feito, merece aplauso. Na página 48 refere se a Pitões das Júnias como sendo uma aldeia serrana, secular, de casas castiças, ligada ao pastorício de gado bovino barrosenho. Cita, como não podia deixar de ser, o Mosteiro de Santa Maria das Júnias, cenóbio, românico, fundado no séc. X, num vale verdejante. Caracteriza esse famoso Mosteiro que foi destruído por um incêndio no séc. XIX. E logo a seguir "em factos e figuras da história", o mesmo guia cita D. Pedro Pitões como tendo sido um bispo e um homem de armas. Dele escreve: nascido nesta aldeia serrana (Pitões Concelho de Montalegre) Pedro que provavelmente recebeu as primeiras luzes da religião no seu mosteiro, foi mais tarde nomeado bispo do Porto. Não esqueceu, porém, a sua humilde origem e ficou na História como D. Pedro Pitões, o prelado que convenceu os cruzados a participarem na conquista de Lisboa e os acompanhou na sua luta contra os sarracenos. Consultada, depois desta informação, a grande Enciclopédia Portuguesa e Brasileira, vol. 22, pág. 27, aí se fala de Pitões das Júnias em termos que confirmam a descrição citada e se refere Pitões (D. Pedro). Prelado do séc. XII. Sucedeu a D. Pedro Rabalde na mitra de Coimbra que governou até 1155. Pitões das Júnias que é um lugar obrigatório para qualquer roteiro turístico da região, foi notável no passado como se comprova, até pelo amor dos seus filhos. Este quis tomar o nome da sua terra. Uma nota que é um apelo aos Barrosões do nosso tempo.


In i volume do Dicionário dos mais ilustres Trasmontanos e Alto Durienses,
coordenado por Barroso da Fonte, 656 páginas, Capa dura.
Editora Cidade Berço, Apartado 108 4801-910 Guimarães - Tel/Fax: 253 412 319, e-mail: ecb@mail.pt
Preço: 30€

(C) 2005 Notícias do Douro - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
Design: Notícias do Douro. Email do Jornal: noticias.do.douro@netc.pt