O Semanário de Trás-os-Montes e por excelência da Região Demarcada do Douro
Notícias do Douro Notícias do Douro
Notícias do Douro
Dolce Vita
[ Inquéritos ][ Fórum ][ Farmácias ][ Futebol ][ Agenda ][ Tempo ][ Pesquisa ][ Assinaturas ][ Publicidade ][ Ficha Técnica ][ Horóscopo ]
Transmontanos e Durienses +
Noticias do Douro
Pesquisa
Livro

Transmontanos e Durienses +

M


MOURA, João Álvares Fernandes de

nasceu em Gralhas, concelho de Montalegre, em 9 de Julho de 1848, falecendo em 22 de Setembro de 1920. Seu pai era o Morgado de Gralhas, possuidor de boa fortuna (para a época) e sua mãe (Rosa Álvares de Moura) era natural de Medeiros, de uma família de ilustres barrosões: António, João, Joaquim Álvares de Moura. De um dos seus tios (D. Joaquim Álvares de Moura) herdou uma riquíssima biblioteca que doou àdiocese. Com esse património e outro que herdou dos pais, fundou o Seminário de Gralhas. Ele que se tinha ordenado sacerdote quis deixar condições para que os jovens da sua terra pudessem seguir lhe o exemplo, sem terem necessidade de ir para Braga. Ofertou tudo o que tinha para esse fim. O certo é que o Seminário abriu em 6 de Janeiro de 1922 (ano e meio depois dele morrer) e encerrou em Julho de 1925. Aí se leccionavam os três primeiros anos de acesso à carreira eclesiástica. Seguiu se lhe o Seminário de Santa Clara, em Vila Real. Mas a sua obra foi o fermento.

MOURA, João Barroso de nasceu em Gralhós, freguesia de S. Vicente da Chã, concelho de Montalegre, em 19.3.1931. Licenciou se em Direito, pela Universidade de Coimbra. Foi delegado do Procurador da República na Comarca de Serpa e em Mirandela. Depois foi para Angola e foi Delegado do Procurador da República na Comarca do Moxico. Posteriormente foi Juíz em Nova Lisboa e, a seguir, foi director da Polícia Judiciária e Juíz em Luanda. Regressou ao Continente e foi Juíz em Torres Vedras e na 8.a Vara Civel de Lisboa. Faleceu em Londres, após melindrosa operação, em 22.1.1990.
MOURA, João José de nasceu em Martim, freguesia de Candedo, concelho de Murça, em 23.8.1855. Morreu na Baía, em 31.12.1921. Foi religioso da Companhia de Jesus e missionário na Zambézia Portuguesa. Passou a vida em deambulações, sempre ao serviço da causa que abraçou. Desde a África, à Ásia, ao Brasil. Deixou alguns livros publicados.




In i volume do Dicionário dos mais ilustres Trasmontanos e Alto Durienses,
coordenado por Barroso da Fonte, 656 páginas, Capa dura.
Editora Cidade Berço, Apartado 108 4801-910 Guimarães - Tel/Fax: 253 412 319, e-mail: ecb@mail.pt
Preço: 30€

(C) 2005 Notícias do Douro - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
Design: Notícias do Douro. Email do Jornal: noticias.do.douro@netc.pt