O Semanário de Trás-os-Montes e por excelência da Região Demarcada do Douro
Notícias do Douro Notícias do Douro
Notícias do Douro
Dolce Vita
[ Inquéritos ][ Fórum ][ Farmácias ][ Futebol ][ Agenda ][ Tempo ][ Pesquisa ][ Assinaturas ][ Publicidade ][ Ficha Técnica ][ Horóscopo ]
Transmontanos e Durienses +
Noticias do Douro
Pesquisa
Livro

Transmontanos e Durienses +

M


MARANHÃO, Francisco dos Prazeres

nasceu em Favaios (Alijó) em 8.7.1790 e morreu na Granja de Alijó, em 1852. O seu nome secular era Francisco Fernandes Pereira. Ao entrar na Ordem escolheu o nome de Frei Francisco dos Prazeres. Ao nome veio a acrescentar se Maranhão, por ter sido o Bispo da Diocese, com esse nome. Entrou no Convento de S. Francisco, em 1812 e, logo partiu para o Brasil (Maranhão), onde completou o noviciado. Fez uma viagem ao Pará e, em 1814, regressou a Portugal, ingressando num convento em Vila Real. Voltou ao Maranhão e, de novo veio a Portugal, definitivamente, em 1820. Nessa altura deambulou por vários conventos: Vila Real, Fraga, Coimbra, Serém, Monte de Viseu (onde foi guardião), Melgaço e Torre de Moncorvo. Era aí que se encontrava, quando foi surpreendido com a extinção das Ordens religiosas. Nessa altura retirou se para a sua aldeia (Granja de Alijó), onde viveu até morrer. Quem nos diz que ele foi Bispo de Maranhão é Frei Miguel Minhava, numa Monografia, intitulada Vila Real, organizada por aquele frade e por ele escrita à mão. O Padre Ângelo Minhava dá nos essa nota em carta, de 14.3.97. A GEPB (vol. 16. P 234) dá a sua biografia e faz sobressair a bibliografia, permitindo verificar que se trata de um escritor de largos recursos para a época. Fundamentalmente tratou assuntos relacionados com a numismática e a arqueologia.
Algumas Obras: Dicionário numismático Lusitano, em que se descrevem as moedas antigas de Portugal (Lisboa, 1835). Breve notícia da terra de Panoias, cantão famigerado na antiguidade, do qual se formou a melhor parte da comarca de Vila Real (Coimbra, 1836). Tábua geográfica estatística lusitana, ou Dicionário abreviado de todas as cidades, vilas e freguesias de Portugal (Porto, 1939). Mais tarde esta mesma obra saiu em 2.ª edição com o título simplificado de: Dicionário abreviado de Portugal e suas possessões ultramarinas, no qual se dá notícia de todas as cidades, vilas e freguesias de Portugal, com a população, léguas de distância, correios e feiras principais; seus rios, montanhas, Portos etc. (Porto 1852). Esta edição foi assinada com o pseudónimo de Um Flaviense. Parândula Maranhense ou Relação histórica da Província do Maranhão. Discurso a favor da Associação da Fé, para ser apregoado aos habitantes das aldeias (Porto, 1934). Catálogo alfabético em Português dos nomes dos Santos, com a indicação do dia da festividade de cada um (Porto, 1847). Colecção de etimologias brasileiras (1846).


In i volume do Dicionário dos mais ilustres Trasmontanos e Alto Durienses,
coordenado por Barroso da Fonte, 656 páginas, Capa dura.
Editora Cidade Berço, Apartado 108 4801-910 Guimarães - Tel/Fax: 253 412 319, e-mail: ecb@mail.pt
Preço: 30€

(C) 2005 Notícias do Douro - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
Design: Notícias do Douro. Email do Jornal: noticias.do.douro@netc.pt