O Semanário de Trás-os-Montes e por excelência da Região Demarcada do Douro
Notícias do Douro Notícias do Douro
Notícias do Douro
Dolce Vita
[ Inquéritos ][ Fórum ][ Farmácias ][ Futebol ][ Agenda ][ Tempo ][ Pesquisa ][ Assinaturas ][ Publicidade ][ Ficha Técnica ][ Horóscopo ]
Transmontanos e Durienses +
Noticias do Douro
Pesquisa
Livro

Transmontanos e Durienses +

L


LEMOS, José Manuel

nasceu em 17.3.1791 no lugar de Reiriz, freguesia de S. Mamede de Troviscoso, concelho de Monção. Seguiu a vida religiosa. Em 1815 foi escolhido para secretário de Frei Joaquim de Santa Clara, arcebispo de Évora. Ordenou se em Lisboa, em 24 de Junho de 1816. Em 3 de Outubro de 1824 terminava o doutoramento em Teologia. Seguidamente foi paroquiar Castelo Viegas, concelho de Coimbra. Aí permaneceu até 1828, ano em que por motivos políticos, se refugiou em Lisboa. Em 14 de Maio de 1834 foi nomeado governador temporal e vigário capitular da diocese de Pinhel, cargo que deixou após um ano, por razões de saúde. Em 1835 regressou a Coimbra e foi Professor do Liceu. No ano seguinte passou a exercer o cargo que exercera em Pinhel, mas agora em Coimbra. Em 1842 passou a reger uma cadeira na universidade. Em 1844 foi promovido a catedrático e promovido na dignidade de deão da Catedral de Coimbra, em 1843. Até 1851 exerceu o ensino universitário. Em 1851 foi nomeado reitor da universidade. Em 1853 foi agraciado pelos bons serviços com a Carta de Conselho e no ano seguinte, com a comenda de Nossa Senhora da Conceição de Vila Viçosa. Em 1854 cessou as funções de reitor da universidade. Em 5 de Outubro de 1853 foi nomeado Bispo de Bragança. Tomou posse em 25 de Maio seguinte. Em 4 de Junho, data da sua pastoral de saudação, chegou a Bragança. Tomou posse efectiva em 22 de Fevereiro de 1855. Mas em 5 de Março de 1856 foi transferido para a Diocese de Viseu. Tomou posse em 18 de Setembro e chegou ànova diocese em 31 de Outubro, fazendo entrada solene em 6 de Novembro. Também aqui se demorou pouco tempo, pois em 23 de Abril de 1858 foi transferido para a Diocese de Coimbra, saindo em 22 de Novembro da cidade Viseense. Em Coimbra pisava terreno conhecido. Mas também os conflitos o envolviam. De 1863 a 1864 travou se de razões com o Ministro da Justiça. O bispo propôs um nome para determinado cargo. O Ministro, tarde e mal, designou outro. Só que a posse teria de ser dada pelo Bispo. E este negou se. Como consequência o bispo tentou resignar, para o que alegou, junto do Papa, razões de saúde. O conflito acabou por não ser sanado. Faleceu em 26 de Março de 1870.


In i volume do Dicionário dos mais ilustres Trasmontanos e Alto Durienses,
coordenado por Barroso da Fonte, 656 páginas, Capa dura.
Editora Cidade Berço, Apartado 108 4801-910 Guimarães - Tel/Fax: 253 412 319, e-mail: ecb@mail.pt
Preço: 30€

(C) 2005 Notícias do Douro - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
Design: Notícias do Douro. Email do Jornal: noticias.do.douro@netc.pt