O Semanário de Trás-os-Montes e por excelência da Região Demarcada do Douro
Notícias do Douro Notícias do Douro
Notícias do Douro
Dolce Vita
[ Inquéritos ][ Fórum ][ Farmácias ][ Futebol ][ Agenda ][ Tempo ][ Pesquisa ][ Assinaturas ][ Publicidade ][ Ficha Técnica ][ Horóscopo ]
Transmontanos e Durienses +
Noticias do Douro
Pesquisa
Livro

Transmontanos e Durienses +

L


LAGES, Manuel José Pita

nasceu em Chaves, em 4.6.1874 e aí faleceu, em 30.10.1951. Uma sua prima afirma que ele nasceu em Carvela, onde jaz em campa rasa. Mais tarde foi colocada sobre a campa uma lage rectangular, sem qualquer inscrição. Numa das suas vindas a Portugal, o Bispo D. António Joaquim de Medeiros (natural de Vilar de Nantes Chaves) e prelado em Macau, levou consigo três jovens da região: Manuel José Pita Lages, Victorino Domingues dos Reis (de Vilarelho da Raia, onde nasceu em 27.4.1873 e faleceu em 26.11.1950) e um outro jovem de apelido Videira, natural de Monsalvarga, concelho de Valpaços. Todos entraram no seminário de S. José, em Macau, tendo se ordenado sacerdotes os dois primeiros, como missionários. O P.e Lages foi ordenado em 9.7.1899 na Capela Episcopal e logo foi enviado para a ilha de Hainan (China),como missionário. Por razões de saúde, várias vezes veio a Portugal, voltando a Macau e dali a Hainan. Em 3.9.1924 foi a Roma representar a Diocese de Macau, na Exposição Missionária do Vaticano. Em 21.12.1927, a seu pedido, foi desligado do serviço da diocese, regressando a Portugal em 14.1.1928. Deixou uma obra notável em Hainan, quer no aspecto apostólico, quer económico, pois ele próprio contribuiu para a instalação de teares caseiros para ocupar as mulheres que viviam com muitas dificuldades. Fez diversos estudos que publicou em jornais e revistas sobre aquela ilha e sobre Macau. No regresso a Chaves fundou um Asilo na Quinta que entretanto comprara. Esse Asilo dos Velhinhos destinava se a recolher todos os desprotegidos da sorte. Como o dinheiro de que dispunha não chegava para concluir a obra, vendeu a própria casa familiar que possuía na Madalena, na altura por 170 contos, para levar a bom termo, a sua obra. Infelizmente morreu antes de ver concretizado o seu sonho. Verdade é que o Asilo dos Velhinhos abriu e prestou, pelos anos fora, grandes benefícios aos desprotegidos da sorte. A Câmara consagrou esse esforço do P.e Lages, com o seu nome na via pública.


In i volume do Dicionário dos mais ilustres Trasmontanos e Alto Durienses,
coordenado por Barroso da Fonte, 656 páginas, Capa dura.
Editora Cidade Berço, Apartado 108 4801-910 Guimarães - Tel/Fax: 253 412 319, e-mail: ecb@mail.pt
Preço: 30€

(C) 2005 Notícias do Douro - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
Design: Notícias do Douro. Email do Jornal: noticias.do.douro@netc.pt