O Semanário de Trás-os-Montes e por excelência da Região Demarcada do Douro
Notícias do Douro Notícias do Douro
Notícias do Douro
Dolce Vita
[ Inquéritos ][ Fórum ][ Farmácias ][ Futebol ][ Agenda ][ Tempo ][ Pesquisa ][ Assinaturas ][ Publicidade ][ Ficha Técnica ][ Horóscopo ]
Transmontanos e Durienses +
Noticias do Douro
Pesquisa
Livro

Transmontanos e Durienses +

G


GIL, José

Nasceu em Paredes do Rio, concelho de Montalegre, em 21.9.1921. Fez a 4.a classe na vizinha aldeia de Fiães do Rio e no ano de 1934 ingressou no seminário de Vila Real. Percurso idêntico tinha seguido o irmão (já falecido), António Gil que era mais velho e que de certa forma, lhe serviu de bússula. Em 1944 terminou a Teologia, tendo sido ordenado presbítero em 15 de Outubro. Celebrou a Missa Nova em 25 desse mês, na Igreja da sua terra natal. Imediatamente recebeu ordens do Bispo da Diocese para se apresentar ao arcipreste de Sabrosa, Padre Artur Serôdio, que o destacou para paroquiar as freguesias de Provesende e as anexas de S. Cristovão, Vilarinho de S. Romão e Celeirós. Por despacho de 28.9.1973 do Bispo, D. António Cardoso Cunha, foi nomeado arcipreste do julgado Eclesiástico de Sabrosa, cargo que ainda mantém. Sempre foi um notável orador e um Homem de palavra fácil. Em 1962 fundou o Externato Liceal Fernão Magalhães que foi a única instituição do ensino pós primário do concelho. Por ali passaram muitas centenas, porventura, muitos milhares de alunos que de outro modo teriam tido grandes dificuldades em obter a formação de que careciam. Em Abril de 1975 esse Externato passou a Escola Pública. Foi director e professor até à aposentação, em 1986. Em 1951 criou o Património dos Pobres ligado àobra da Casa do Gaiato do Padre Américo. Simultaneamente apoiou a construção do Bairro Maria de Fátima, para famílias carenciadas. Em 1985 inaugurou a Congregação de Religiosas. O centro de dia é mais uma valência que se lhe fica a dever. Por aí passa a grande dedicação. Para viabilizar tão vasta e profícua obra social e cultural, muitas vezes teve que fazer de tudo, incluindo de arquitecto e de engenheiro. Essa sua propensão passou pela reconstrução interior e exterior da Igreja Matriz da vila de Sabrosa, pela reconstrução interior e exterior da igreja matriz de Souto Maior, pela reconstrução interior e exterior da Igreja matriz de Vilarinho de S. Romão e pela reconstrução das capelas de Feitais e a do cemitério de Souto Maior. Em 15.10.1994 foi homenageado pelas bodas de ouro sacerdotais. A Câmara Municipal de Sabrosa atribuiu lhe a categoria de Cidadão Honorário.


In i volume do Dicionário dos mais ilustres Trasmontanos e Alto Durienses,
coordenado por Barroso da Fonte, 656 páginas, Capa dura.
Editora Cidade Berço, Apartado 108 4801-910 Guimarães - Tel/Fax: 253 412 319, e-mail: ecb@mail.pt
Preço: 30€

(C) 2005 Notícias do Douro - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
Design: Notícias do Douro. Email do Jornal: noticias.do.douro@netc.pt