O Semanário de Trás-os-Montes e por excelência da Região Demarcada do Douro
Notícias do Douro Notícias do Douro
Notícias do Douro
Dolce Vita
[ Inquéritos ][ Fórum ][ Farmácias ][ Futebol ][ Agenda ][ Tempo ][ Pesquisa ][ Assinaturas ][ Publicidade ][ Ficha Técnica ][ Horóscopo ]
Transmontanos e Durienses +
Noticias do Douro
Pesquisa
Livro

Transmontanos e Durienses +

F


FONTOURA, Joaquim Marcelino da

Nasceu em Anelhe, do concelho de Chaves, em 1867, falecendo em 1938. Fez a instrução primária em Eiró onde funcionava uma espécie de Universidade para os jovens da época. Eró situa se junto à vila de Boticas e teve um papel importante para a região do Alto Tâmega e Barroso. Dali foi Joaquim Fontoura para Braga, estudando no Seminário. Ordenou se sacerdote e passou a dedicar se ao ensino, sempre com o intuito de servir as populações da Região. Como pároco servia a sua aldeia natal. E, em 1893 fundou em Chaves o Colégio sob a invocação de S. Joaquim. No ano seguinte passou a dar aulas no extinto Convento das Freiras de N.a Sr.a da Conceição, onde, mais tarde, veio a construir se o liceu Fernão de Magalhães. Hoje como ontem logo se ergueram vozes rebeldes, alegando que o P.e Fontoura estava a exercer uma actividade lucrativa. E na sequência dessa suspeita, o Colégio encerrou, com claros prejuízos para a população que desejava instruir se. O pároco recolheu à freguesia e cessou a actividade escolar. Mas acabaria por ser o próprio Presidente da Câmara António Fernandes Bragança a reconhecer o erro. Tentanto desagravá-lo, convidou, de novo, o P.e Fontoura para retomar as aulas. Só três anos depois (em 1889) aceita o regresso, reabrindo, no Largo do Anjo, na casa da família Arrochela, o novo colégio, desta vez com a vantagem de ter um subsídio de duzentos mil reis mensais da Câmara. Só que a Câmara, de novo, o agrava, cortando lhe o subsídio em 1902. O colégio, mesmo assim, ainda se aguentou até 1907. A Câmara de Chaves acabou, muitos anos depois, por reconhecer o grande mérito desse padre Flaviense, consagrando o seu nome na toponímia local.


In i volume do Dicionário dos mais ilustres Trasmontanos e Alto Durienses,
coordenado por Barroso da Fonte, 656 páginas, Capa dura.
Editora Cidade Berço, Apartado 108 4801-910 Guimarães - Tel/Fax: 253 412 319, e-mail: ecb@mail.pt
Preço: 30€

(C) 2005 Notícias do Douro - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
Design: Notícias do Douro. Email do Jornal: noticias.do.douro@netc.pt